4 Causas que fazem o Bebê não Engordar só com Leite Materno

Em 27/12/2017 , Comments

Nos primeiros dias de vida, é esperado que o bebê não ganhe peso ou, ele pode até mesmo perder peso. Mas, depois de uma semana, estando tudo bem com a amamentação, é esperado que um bebê que mama bem comece a recuperar seu peso inicial e comece a engordar só com leite do peito.

Um dos problemas que mais tiram o sono das recém-mamães é quando o seu filhinho ou sua filhinha não engorda só com leite do peito. E cá entre nós, só de pensar que o nosso bebê pode estar passando fome é, no mínimo, desesperador! A mamãe fica tão focada na preocupação com o ganho de peso, e não vê a hora que o bebê cresça logo,  e isso a impede de curtir o momento presente, de curtir seu filhinho ou sua filhinha.

Preparei este artigo para falar das 4 principais causas da falta do ganho de peso nesta fase.

Por que o bebê não engorda. Entenda as causas

1º Causa – Fator Genético

Seu filho pode não estar engordando com leite do peito como se é esperado, mas isso, isoladamente, não é motivo para se preocupar. Ele não ganha tanto peso, mas mama bem, está espertinho, com olhinhos brilhantes e bem hidratado, então, essa situação é considerada normal.

A constituição física da família influência muito. Pais altos tem filhos maiores e pais mais baixos tem bebês mais miudinhos. Uma dica é você perguntar para sua mãe e também para sua sogra como vocês eram quando bebês.

Eu tenho uma amiga, nutricionista e a bebê dela sempre ficava abaixo da média no ganho de peso. Mas, estava super esperta e mamando muito bem. A mãe dela dizia que ela era também bem miudinha quando nasceu. Todos os pediatras que ela levava queriam introduzir leite artificial como complemento, mas ela não quis. Entendeu que essa era a constituição da menina e foi amamentando em livre demanda e acompanhando seu desenvolvimento. Chegou em aleitamento materno exclusivo aos seis meses com sensação de missão cumprida! A Vitória hoje tem 3 anos, é uma menina muito inteligente, esperta e feliz, e tem uma alimentação exemplar!

2º Causa -  Processos infecciosos

Infecções no recém-nascido podem causar estagnação do ganho de peso e crescimento da criança. Febre, apatia e sucção lenta são sintomas que podem indicar infecção.

3º Causa - Regurgitamento volumoso

Nesse caso, o bebê vomita em grande volume após a mamada, o que pode causar desidratação e desnutrição. A causa pode ser uma má formação, do intestino, por exemplo ou uma imaturidade do esfíncter esofágico, a válvula localizada entre o esôfago e o estômago que tem a função de impedir que o alimento não retorne, causando refluxo.

 4º Causa -  Problemas com a Amamentação

O bebê precisa se adaptar ao novo tipo de alimentação fora do útero. Embora ele já nasça com os reflexos de busca e sucção, muitas vezes ele não consegue aprender a mamar sozinho, temos que ir corrigindo e ensinando. Por isso, é muito importante que você aprenda as técnicas de amamentação para poder auxiliá-lo. O maior problema é quando o bebê não sabe mamar e a mãe não sabe ensinar.

Muitas vezes, por falta de conhecimento, a mãe não consegue perceber o que está errado, e se o bebê não está fazendo uma mamada efetiva, não consegue extrair a quantidade de leite suficiente, por isso, não engorda.

 

Pega correta na amamentação para ter resultados na balança

Ainda é muito comum a idéia de que quanto mais fofucho for o bebê, mas saudável ele é.

É claro que nos primeiros meses de vida, devemos estar atentas ao ganho de peso do bebê. Mas isso não pode virar uma paranoia. Conheço muitas mamães que chegam até a comprar uma balança para pesar o bebê antes e depois de cada mamada. Entendo que todas nós queremos crianças fortes e saudáveis, mas temos que cuidar para que essa preocupação não seja um exagero.

O ganho de peso é o primeiro recurso usado para avaliar se tudo está correndo bem, mas não o único.

Eu sempre digo para as mães que a mama deveria ser transparente e graduada!!! Assim, poderíamos ver o quanto de leite o bebê ingeriu! Mas, não é assim! Por isso, temos que confiar em nossa capacidade de produzir leite e sempre estarmos atentas na pega correta na hora da amamentação.  Ficar atenta ao peso é importante para nos mostrar se estamos no caminho certo.

Quanto o bebê deve engordar por dia?

Após o período de adaptação, é esperado que o bebê ganhe de 25 a 30 gramas por dia, durante o primeiro trimestre de vida.

Alguns bebês ganham mais, outros menos. O importante é que ele mantenha uma curva sempre ascendente.

CONTINUE NO BLOG:

Conheça a história da mamãe Carla Renata e saiba como ela conseguiu aumentar sua produção de leite, para sustentar sua filha e ainda ter leite de sobra para doar.

Leia agora o post:

COMO ESTA MÃE COM BAIXA PRODUÇÃO DE LEITE SE TORNOU DOADORA DE LEITE

 

Buscar sempre a causa do baixo ganho de peso é importante para que possamos ajudar o bebê. Como podem ver, nem sempre a introdução de leite artificial como complemento da amamentação é a única solução.

No próximo artigo, vou explicar como e porque os problemas com a amamentação podem ter interferência no ganho de peso.

Até lá!

Deixe sua dúvida ou pergunta logo abaixo na área de comentários, terei um imenso prazer em responder...

Com AMOR,

Andressa Bortolasso